Fiscalizar, criar e incentivar melhorias no município

A atividade do vereador como agente fiscalizador do Poder Executivo municipal não pode ser desempenhada de modo competente, sem o domínio de certos conhecimentos e o acesso a informações relevantes sobre a gestão. 

Saber pesquisar, analisar números, comparar dados são fundamentais para que se possa exercer esta função com competência.

É importante salientar que o vereador quando controla a atuação do gestor público municipal está, na verdade, cumprindo uma obrigação fixada pelo texto da Constituição Federal Brasileira de 1988, a qual estabelece em seu art. 31 que a fiscalização do município será exercida pelo Poder Legislativo Municipal, mediante controle externo. Esta atuação do vereador enquanto fiscal das contas públicas é fundamental para garantir a aplicação dos recursos de acordo com os interesses da sociedade. É ele que vai verificar se estes recursos estão sendo utilizados com o maior proveito possível e garantir uma Administração Pública mais eficiente.

Também é função do vereador a execução do orçamento e a gestão dos administradores públicos, não só o prefeito e os secretários municipais, mas todos os diretores, coordenadores e funcionários públicos.

Mais do que um controlador de gastos e pessoas, o vereador tem por obrigação verificar se as políticas governamentais dão resultados, a um custo razoável e,  se a população está satisfeita com os serviços prestados. É preciso proporcionar uma melhoria real nos serviços e na condição de vida da população.

Por fim, mas não menos importante, o vereador tem a obrigação de ajudar na solução dos problemas da cidade, estar atento aos acontecimentos e aos anseios da população. O vereador precisa ser a PONTE entre o poder público e o povo, sua boa atuação pode melhorar muito as condições e a qualidade de vida do município. 


Siga-nos no Instagram: